compositor, artista sonoro, performer e aprendiz de inventor de instrumentos musicais experimentais

Nana Nana

NANA NANA

poema vocal com novelos de lã

criado em 2011 sob encomenda do CCB – Fábrica das Artes

duas vozes

duas vozes e muitos novelos

desenrolem o som destas voltas

e das vossas também

pica pica pica pica pica…

PLIM!

era uma vez duas vozes quantas vezes?

ouve…

Nana e Nana são dois tecelões do som

escrevem no espaço um poema que embala de mansinho os novelos de lã que

quase sozinhos

se movem no tear, o pequeno grande tear onde Nana e Nana trabalham

estes novelos são colocados no tear com a ajuda de quem por ali passa e, em

troca, cores,

texturas, cheiros e histórias quentinhas saem lá de dentro com tal mestria

que a todos embala e

a todos põe a rodar em torno do pequeno grande tear de Nana e Nana

estalactites de lã?

stalactites of whool?

PLUM!

LOTAÇÃO: Máximo 30 pessoas (25 crianças + 5 adultos ou 15 pai/mãe + filho)

Idades: 0 meses aos 3 anos / 3 aos 5 anos

DURAÇÃO: Aprox.: 23 minutos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s